A palavra 'dislexia' é formada de duas palavras em grego; DIS que quer dizer distúrbio e LEX que quer dizer linguagem, ou seja, significa 'dificuldade com palavras'. A dislexia pode afetar a leitura, a capacidade de soletrar corretamente, a escrita, a memória e a concentração e não raras vezes dificulta a aprendizagem da matemática, música, línguas estrangeiras e a auto-organização. 

Alguns preferem classificá-lo como um 'distúrbio específico de aprendizagem'. A dislexia é provocada por uma alteração na parte do cérebro responsável pela  linguagem.  Os resultados de testes com base em técnicas que mostram as imagens formadas pelo cérebro revelam que as pessoas disléxicas processam as informações de forma diferente da maioria

A disfunção tende a ser genética e a dislexia continua por toda a vida.  Aproximadamente, 4% da população tem uma forma grave de dislexia e outros 6% sofrem com problemas leves a moderados. 

A dislexia ocorre em pessoas de todas as classes sociais e com níveis de inteligência variáveis, desde aquelas que não conseguem ler nem escrever a aqueles que se formam em nível superior.  Os dixléxicos podem mostrar grande capacidade criativa, artística e prática.  Podem desenvolver estratégias para suas áreas de dificuldade. A dislexia é uma mistura curiosa que combina tanto dificuldades quanto competências.  Varia de grau e de indivíduo a indivíduo.

Saiba mais com a ABD - Associação Brasileira de Dislexia na Av. Angélica 2318 - 9º São Paulo - SP CEP. 01228-200. Fone/fax: 55 (011) 3258-7568, 3258-8267 ou 3231-3296. e-mail  abdislexia@uol.com.br e no site http://www.dislexia.org.br    Visite também nos EUA http://www.interdys.org/ e na Inglaterra http://www.bda-dyslexia.org.uk/
Voltar ao topo da página
Se quiser comentar a reportagem envie seu email para o Pais Online
Você sabe o que é a DISLEXIA?  Leia a seguir a nossa reportagem